Resenha: Eu sou mesmo assim Gabriela –Gabriela Rossi Bernardes


Sinopse: Eu sou  mesmo assim... Gabriela
Aos meus 11 meses depois de tomar vacina , tive febre e convulsões fui dinaloticada com paresia celebral , motivo pelo qual demorei para sentar , engatinhar , andar ,fala ,aprender , a ler e escrever .
Mas por sorte sempre tive a força incansável de minha mãe Maria Helena . Além de não me deixar desanimar , Ainda cursou fisioterapia para me orientar , treinar e , literalmente, me levantar . Contei também com terapeuta ocupacional Ey kogler e equipe , as fisioterapeutas Angela Maria de Sousa e Raquel Leme , as fonoaudiólogas Patricia flores e Edelwis Naves , além de professores da escola da criança.
Até os anos de idade usei vários aparelhos e órteses  nas pernas e no abraço . Foi quando fiz uma cirurgia e passei 100 dias em cadeira de rodas .
Sofri preconceito pelas pessoas que me julgavam apenas pela minha deficiência , sem capacidade e meus esforços para superar as dificuldades .
Apesar das limitações e privações , sempre me esforcei : acordava mais cedo que todos , pois o que para os outros era simples , pra mim era bem mais difícil , deste de levantar da cama até tomar banho , me arrumar etc.
Além de ir a escola , minha rotina era cheia de terapias , aulas particulares para acompanhar os estudos , fisioterapia na água , natação e terapias em geral . Era bastante cansativo para mim e para todos . Meu irmão, quando era criança , até sentia ciúmes dessa dedicação de minha mãe e familiares.
Hoje estou terminando  o ensino médio e vou estudar pedagogia especializar em libras para , futuramente, ser intérprete.
Trabalhei na Apae e em empresas como jovem aprendiz .
Hoje organizo intervalos culturais em eventos nas instituições .
Tenho muitos amigos na vida real e nas redes sociais .
Meu segredo é ser sempre assim : não desisto do que quero .
Esta livro e comprova , em parte , essa obstinação em realizar meu potencial.
Mas muitas coisas quero conquistar .
Eu sou Gabriela Rossi Bernardes , tenho 22 anos e muita coisa pra contar.


Em primeiro lugar, quero dizer, que uma das coisas que esse livro mais é: tocante.

O jeito como Gabriela escreve, é algo bem real, algo que mexe com os sentimentos de qualquer um e nos faz parar para pensar sobre a vida e suas coisas mais simples.

Foi uma leitura bem rápida, assim que terminei de lê-lo, já vim imediatamente fazer a resenha, tinha muitas palavras para falar sobre ele.

Gabriela, mesmo com todas as dificuldades, todos os preconceitos que sofreu, apoiou a igualdade e seguiu de cabeça em pé, pronta para enfrentar qualquer obstáculo que viesse para alcançar seus objetivos, ao invés de ficar se lamuriando pelos cantos, ela decidiu enfrentar.

O que ela nos mostra, é que nenhum problema é tão grande que se torna um impencilho para toda sua vida, para tudo, há uma saída, nos mostra também, as coisas simples da vida, das quais devemos prestar atenção, como família, momentos únicos e as coisas que mais gostamos.

Me identifiquei com cada palavra sobre o raciocínio da vida que Gabriela escreveu, já anseio para um próximo livro dela, para que possa nos mostrar mais ainda o que as palavras são capazes de fazer.

Posso dizer com toda a certeza, que esse fora um dos melhores livros de poesia que eu já li.

Avaliação: 📕📕📕📕📕 (5/5)

Nenhum comentário:

Postar um comentário